#Medite na Palavra - Será que estou orando certo?



sexta-feira, 9 de dezembro de 2011 | 


Será que estou orando certo?


Baseado na oração: Seja feita a tua vontade Senhor, e não a minha. A pergunta que não quer calar é: Será que essa oração tem feio mesmo parte de nossa vida? Ou será que tem sido apenas uma frase que nos acostumamos a dizer? Pense a respeito disso, é muito importante. Baseado também, no livro de Crônicas, mas precisamente no Capítulo 01 Versículo 07 a 13...



Crônicas 01: 07- 13

Orar dizendo: ''Seja feita a sua vontade Senhor, e não a minha'' é super fácil. Mas, quando se trata de colocar isso na prática, tem sido difícil para a maioria das pessoas, por que ninguém quer abrir mão de suas vontades para seguir as de Deus. Quando nós estamos orando e falamos: Seja feita a tua vontade Senhor e não a minha, é a mesma coisa que dizer para Deus que nós preferimos abandonar as nossas vontades para fazer as Dele. 

E é a mesma coisa também de dizer que, nós aceitamos a administração de Deus em nossas vidas, aceitamos que as vontades Dele sejam manifestas em nós.

Só que nós precisamos entender que, na medida em que a vontade de Deus é manifesta em nós, e através de nós, conseqüentemente as nossas vontades próprias são paralisadas, e assim, inativas de nosso cotidiano diário.


Na bíblia, por exemplo, observamos vários casos de homens e mulheres que optaram fazer a vontade de Deus, fizeram a diferença e foram bem sucedidos.


E não apenas na bíblia, no nosso dia-a-dia sempre nos esbarramos com casos de pessoas que preferiram andar segundo a vontade de Deus. São jovens que tem preferido todos os dias andar na contramão do mundo para agradar a Deus, são esses também, que tem aberto mão de sua própria juventude, para viver a juventude oferecida por Deus.

São adultos que aguardam um casamento feliz, e mesmo querendo muito um (a) companheiro (a), esses têm esperado com fé, perseverança e paciência no Senhor. É o rapaz e a moça que sonham em ser usados por Deus, almejam ser úteis nas mãos de Deus, sonham em ser alguém que marque essa geração, mas, tem esperado pacientemente no Senhor. Quantos sonhos, quantos planos, quanta ansiedade. Mas, a certeza maior, é que nenhum deles serão frustrados.

O grande segredo é entregar tudo nas mãos de Deus, e claro, dessa vez dizendo: “Seja feita a sua vontade Senhor, e não a minha”. Quantas não são às vezes em que estamos querendo tanto alguma coisa, querendo tanto, ao ponto de esquecer-se daquela pequena oração: “Seja feita a sua vontade Senhor, e não a minha”.

Existem pessoas que pensam que Deus pode até mudar de idéia, se eles pedirem bastante, pode até não ser da vontade de Deus, mas, Ele vai acabar cedendo e aceitando a “nossa” vontade. Bom, eu acho que não.

Não é que Deus proíba as coisas de seus filhos, mas com certeza Ele sabe o que é melhor para cada um dos seus.

Também não é o caso de Deus querer que abandonemos os nossos sonhos, muito pelo contrário. Ele é o maior interessado em que todos eles se tornem realidade. Mas, tem um detalhe importante quanto ao nosso querer, e a realização da nossa vontade.

Precisamos entender que nós só pensamos no agora, quanto a Ele, posso afirmar que Ele vê mais adiante do que os nossos olhos podem alcançar. Digamos que Ele avalia o que a realização da sua vontade pode fazer com a sua vida, benefícios ou estragos espirituais. Quer um exemplo que às vezes nós oramos errado? No caso de uma pessoa que está gostando de alguém, e a outra pessoa não deixa sinais de que está gostando também.

O que a pessoa faz sem antes entrar na presença de Deus para saber se é da vontade Dele? Logicamente a pessoa pede que Deus mude o coração de uma certa pessoa para que ele possa se interessar por ela, mas aquela pessoa futuramente sofrerá as conseqüências, aquela pessoa que Deus não queria para sua vida, ocasionará um afastamento de Deus, algo que Ele não quer que aconteça, entendeu?

Deus consegue ver mais adiante, por isso, não devemos questionar quando Ele diz não, quando

nós queríamos que Ele dissesse sim. O “não”

Dele, muitas das vezes nos livra de ciladas e armadilhas indestrutíveis por nós mesmos (as).

Devemos entender que, o não de “Deus” ás vezes

é a melhor resposta.Que possamos aprender que a verdadeira oração que nós devemos fazer é: “Seja feita a tua vontade Senhor, não a minha”. Não apenas orar assim, mas, colocar isso diariamente em nossas vidas. E se não oramos assim, precisamos mudar.


Atenciosamente,

Priscila Machado


Lá do Sai do Muro

Um comentário:

Pop Blogs disse...

Muito interessante esta postagem!

A Internet no Brasil realmente precisa de postagens de qualidade como estas que você está nos oferecendo.

Conheça também o novo agregador Pop Blogs que está bombando na internet: http://www.popblogs.net

Divulgue quantas postagens você quiser (não há limites), sem fila de espera, tenha seus links divulgados em nosso site e aumente muito mais suas visitas diárias e obtenha o sucesso de seu blog!